Consequências na falta de Petróleo

Greve Camionistas

Uma semana após Portugal praticamente ter parado pela greve dos camionistas, essa que durou três dias, gerou um colapso na falta de combustíveis e alimentos, que por pouco não atingiu consequências de maiores proporções. No terceiro dia de greve podia-se notar enormes filas para o abastecimentos de veículos e as prateleiras dos supermercados praticamente vazias, na maioria das bombas de combustíveis já se podia ver cartazes a avisarem que não tinham combustíveis ou que o gasóleo (diesel) estava esgotado, penso que mais um ou dois dias de greve e teríamos este caos a atingir outras proporções,  tais como: recolhas de lixo, bombeiros, ambulâncias e quem sabe mais o que dependesse do petróleo, “tudo“.

Passado alguns dias parece que tudo voltou a normalidade, podemos tirar disto como um alerta para o que poderá acontecer quando as reservas de petróleo estiverem em seus limites, aliás já estão. O motivo maior desta greve foi o “aumento crescente do preço dos combustíveis” e quando não houver combustível suficiente para se questionar o seu aumento?!, foi o que aconteceu, com a necessidade acabamos por nos esquecer da alta dos preços e tivemos de correr para abastecer o pouco combustível que havia nas bombas, também sabemos que existem alternativas, mas que estão a  vir em “pequenos passos”, passos esses que não serão suficientes para satisfazer toda a crescente demanda mundial,  não devemos estar só a espera de energias alternativas, mas sim de mudarmos nossos hábitos diários.

O futuro é aqui e agora, recicle!! ecoblog 80x15
Editado:
12/07/2008 – Subtítulo.

Tagged on:     

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>